Resultados de pesquisa

daddy fresco (:

|
ora vejam se descobrem de que música é esta tradução de letra xD




Shes louco como um tolo

Que sobre ele daddy fresco

Shes louco como um tolo
Que sobre ele daddy fresco
Im louco como um tolo
Que sobre ele daddy fresco

Daddy, daddy fresco
Daddy, daddy fresco
Daddy, daddy fresco
Daddy, daddy fresco

Shes louco como um tolo
Que sobre ele daddy fresco
Im louco como um tolo
Que sobre ele daddy fresco

Daddy, daddy fresco
Daddy, daddy fresco
Daddy, daddy fresco
Daddy, daddy fresco

shes (falados) loucos sobre seu daddy
Oh que acredita nele
Ama seu daddy

Shes louco como um tolo
Que sobre ele daddy fresco
Im louco como um tolo
Que sobre ele daddy fresco

Daddy, daddy fresco
Daddy, daddy fresco
Daddy, daddy fresco
Daddy, daddy fresco



Retirado daqui


"Procrastination" - Pilled Higher and Deeper

|

Extrovertidos são menos susceptíveis a ter doenças cardíacas

|
Timidez pode aumentar risco de problema cardíaco, diz estudo. Uma pessoa extrovertida pode ver reduzidas as possibilidades de ter um problema cardíaco ou derrame, revela uma investigação da Universidade Northwestern de Chicago.

A investigação, realizada ao longo de 30 anos, sugere que homens tímidos ou anti-sociais têm uma probabilidade 50% mais elevada de morrer devido aqueles problemas se comparados com homens extrovertidos. O estudo, publicado na revista Annals of Epidemiology, vem corroborar outros trabalhos que sugerem uma ligação entre personalidade e saúde.

Os pesquisadores analisaram a saúde de mais de 2 mil homens de meia-idade durante três décadas, até que 60% dos analisados morreram. Os atestados de óbito combinavam com os questionários psicológicos preenchidos no início do estudo para revelar o tipo de personalidade de cada homem.

Quando outras informações relativas ao estilo de vida dos homens foram analisadas, nenhuma ligação entre outros factores de risco conhecidos - como fumo, bebida ou obesidade - foi revelada. Este facto aparentemente descartou a teoria de que homens tímidos ou anti-sociais poderiam ter morrido devido a comportamentos pouco saudáveis. Os pesquisadores sugeriram que ou os homens tímidos são mais stressados por situações novas, ou que o padrão do seu tipo de personalidade é, de alguma forma, ligado à parte do cérebro que controla a operação mais estável do coração.

Décadas de pesquisa sugerem que existe apenas um tipo de personalidade que não está ligado a um aumento do risco de doenças graves:

  • Pessoas mais tranquilas - as chamadas personalidades tipo «B» - parecem ser as mais saudáveis.
  • As personalidades do tipo «A» - viciados em trabalho, com tendências ao stress ou à raiva - têm mais probabilidade de sofrer de tensão alta e doenças cardíacas.
  • As pessoas com personalidade do tipo «C», que reprimem os sentimentos, foram ligadas ao aumento do risco de cancro.
  • Outras investigações ligaram pessoas do tipo «D», pessimistas com pouca auto-confiança, a ataques cardíacos ou derrames.

Fonte: Diário Digital via Google News

Estou perdidinha :x

Google introduz nova ferramenta no Google Maps

|
O Google introduziu uma nova função ao Google Maps, que permite que os utilizadores criem os seus próprios mapas personalizados, adicionando informações variadas.
Maplets, do My Maps, integra dados externos, como análises em tempo real do trânsito ou classificados online, podendo-se até desenhar direcções ou anexar fotografias ou vídeos a localizações específicas.

Os mapas resultantes podem ser mantidos privados ou tornados públicos e indexados pelo sistema de buscas do Google. Os utilizadores também podem enviar os seus percursos para o Google Earth.

No passado mês, a companhia anunciou que poderia começar a pagar anunciantes dentro do Google Maps, onde os clientes podem criar mapas com alguns links patrocinados, com o objectivo de ter mais receita publicitária.

Carne e doces podem aumentar risco de cancro de mama

|
Pesquisa compara a dieta "ocidental" com a asiática e revela que a primeira, caracterizada por muita carne e doces, para mulheres na menopausa pode aumentar a incidência da doença em até 60%


O estudo foi publicado na quarta-feira, 11, pela revista Cancer Epidemiology.
A conclusão confirma a relação denunciada por outros estudos entre a carne e os pratos com grande conteúdo de gordura da dieta ocidental e uma maior incidência de diversos tipos de cancro, assim como de doenças cardíacas e diabetes.

Segundo os cientistas do Centro Oncológico Fox Chase de Filadélfia (Pensilvânia), a incidência de cancro de mama entre mulheres asiáticas aumentou depois delas adoptarem a dieta "ocidental".

O estudo analisou os hábitos de alimentação de 3 mil mulheres de Xangai, a metade das quais sofria cancro de mama. Todas explicaram quais eram seus pratos e alimentos preferidos e foram divididas em dois grupos. Um grupo, partidário da dieta "ocidental", consumia carnes vermelhas, camarões, peixe, balas, todo tipo de sobremesas, pão e leite. O outro, mais vegetariano, preferia tofu, verduras, vegetais, leguminosas, peixe e leite de soja.

As mulheres do grupo "ocidental" já na menopausa mostraram um risco 60% maior de sofrer o tipo mais comum de cancro de mama que as vegetarianas. "Notámos um efeito evidente quando observamos mulheres após a menopausa e com excesso de peso. Parece que existe uma interacção entre a dieta de carne e açúcar e o sobrepeso", disse Marilyn Tseng, do Fox Chase.

Segundo Lawrence Cheskin, professor de saúde e nutrição na Escola de Saúde Pública da Universidade Johns Hopkins, esta é uma prova a mais de que a dieta está vinculada ao cancro.


Fonte: Estadão via Google News (Adaptado. Ver original)

Nova Iorque quer toda a gente a beber da torneira

|
Li esta notícia no Público online, no P2.
Fez-me pensar se o mesmo não deveria ou poderia ser feito em mais cidades e países.
São cerca de 30 milhões de garrafas de plástico que acabam todos os dias na lixeira. Um problema ambiental que pode diminuir se os nova-iorquinos beberem mais água da torneira

Ao longo deste mês, os habitantes e turistas da cidade de Nova Iorque vão ser bombardeados com anúncios a convidá-los a trocar a compra de garrafas de água pelo consumo de água da torneira. Não para promover o uso daquele recurso em vésperas de um aumento de 11,5 por cento do preço do fornecimento público, mas alegando razões ecológicas: com quatro em cada cinco garrafas de água a terminarem o seu ciclo de vida nas lixeiras da cidade, as autoridades pretendem diminuir os desperdícios e assim reduzir a sua parcela na emissão dos gases com efeito de estufa que contribuem para o aquecimento global.
Nos metros e autocarros, nos quiosques, multibancos, na rádio e televisão, os nova-iorquinos e seus visitantes são incentivados a matar a sede e "encher o copo" directamente da torneira. "Get your fill" é o nome da campanha de promoção da água canalizada, orçada em 700 mil dólares. " (...)
"Ao beber um copo de água da torneira, os nova-iorquinos estão a reduzir o desperdício de plástico, a combater a obesidade e a poupar dinheiro", sublinhou o mayor Michael Bloomberg na apresentação da campanha. Nesta altura do ano, com o calor a dificultar a circulação, moradores e turistas trocam notas de um dólar por garrafas de água fresca em cada esquina. Esse plástico acaba invariavelmente no caixote do lixo - são cerca de 30 milhões de garrafas por dia, provocando uma pressão acrescida sobre as lixeiras da cidade, já de dimensão épica.
Beber água da torneira, transportar a sua própria água em garrafas reutilizáveis e reciclar os desperdícios são algumas das dicas que a cidade quer transmitir aos seus residentes para resolver um problema ambiental que se tem agudizado nos últimos tempos. De acordo com os registos oficiais, os nova-iorquinos têm vindo a consumir cada vez menos água canalizada: de 760 litros por dia em 1990, o gasto per capita caiu para 400 litros por dia em 2006.

A culpa do imigrante
A imigração explicará, em parte, a redução do consumo. Como notava o responsável pela saúde pública de Nova Iorque, muitas comunidades imigrantes são provenientes de países onde o consumo de água da torneira é interdito. "Estas pessoas que nunca puderam beber água da torneira não estão devidamente sensibilizadas para a qualidade da água canalizada da nossa cidade", explica. Nova Iorque é uma das cinco cidades americanas que goza de uma excepção federal à obrigatoriedade de filtrar a água para consumo público, por causa da frescura e qualidade das suas fontes de abastecimento.
Segundo o departamento ambiental de Nova Iorque (e também para várias organizações independentes), não há nenhuma garantia que a água engarrafada seja mais segura do que a água da torneira. A supervisão dos sistemas de abastecimento de água está a cargo da Agência de Protecção Ambiental (EPA, na sigla em inglês), que tem critérios de qualidade muito rigorosos e controlos periódicos. A regulação da água comercializada em garrafas, contudo, cai na esfera da Food and Drug Administration, que sem meios próprios deixa a inspecção a cargo da indústria. As suas regras também são menos rígidas, permitindo, por exemplo, que a água seja recolhida na proximidade de unidades industriais ou aterros sanitários.
O Sierra Club, uma das maiores organizações de defesa do ambiente dos Estados Unidos, não podia estar mais satisfeito com a iniciativa da cidade de Nova Iorque. Há anos que o clube tem vindo a desenvolver a sua própria campanha a favor do consumo de água da torneira. "Todos os anos, são usados mais de quatro mil milhões de litros de petróleo para fabricar garrafas de água de plástico. Só nos Estados Unidos, gastam-se 1,5 milhões de barris. O mercado global de água engarrafada produz, anualmente, cerca de 1,5 milhões de toneladas de plástico, um processo que liberta para o ambiente vários materiais tóxicos como o níquel ou o benzeno", diz Ruth Caplan, especialista em água naquela associação.

Mais saudável
Segundo as contas do Sierra Club, os argumentos evocados por Michael Bloomberg vão directos ao assunto. Numa análise comparada, a associação nota que o consumidor paga cerca de 0,0015 dólares por cada galão (3,78 litros) de água da torneira. Se filtrar a sua água canalizada, gasta 0,13 dólares pelo mesmo galão. Mas se comprar água engarrafada, o custo do galão dispara para 1,27 dólares.
"Os gigantes multinacionais como a Nestlé, a Coca-Cola ou a Pepsi fazem fortunas com a água. Nos Estados Unidos, um golo de água engarrafada custa em média mil vezes mais do que um golo de água da torneira", refere. Além de que, em muitos casos, o líquido que os consumidores bebem sob marcas como a Dasani ou Aquafina é a mesma água da torneira dos estados de Nova Iorque ou da Florida, com um tratamento adicional para alterar o sabor.
Além da questão ambiental, as autoridades em Nova Iorque têm insistido na mensagem de que a opção pela água da torneira é a mais saudável. "Se conseguirmos levar as pessoas a beber uns quantos mais copos de água e uns quantos copos menos de refrigerantes e outras bebidas açucaradas, poderemos obter resultados significativos no tratamento da maior ameaça à saúde pública nos dias de hoje: a obesidade", frisou Bloomberg.
Só a organização que representa os engarrafadores de água, a Bottled Water Association, claro que não está muito satisfeita com a campanha em curso em Nova Iorque - ou noutras cidades americanas, como por exemplo Salt Lake City, onde em qualquer evento público só está disponível água da torneira, ou São Francisco, cujo mayor decretou o fim da venda de garrafas de água em todos os edifícios municipais.
"É profundamente injusto que esta indústria seja escolhida para alimentar um debate repleto de preconceitos e desinformação. A indústria da água engarrafada está profundamente regulada em termos de qualidade e o sector tem investido milhões de dólares para continuamente melhorar a sua qualidade e sabor. As garrafas de plástico são as embalagens mais recicladas no país, e as empresas de água lideram na diminuição do plástico utilizado e na eficiência energética dos seus processos produtivos", respondeu a associação.

E o prémio para melhor videoclip vai para....

|
....não sei, mas o de pior decerto irá para alguma destas "pérolas" da indústria de clips de música.

  • Axé Bahia - Beijo na Boca (se querem mesmo ouvir a música, ouçam a versão em espanhol deles, e não a em português do Brasiu, ups, Brasil)






  • Elvis (só de nome,porque de voz :x) Crespo (isso sim, ele tem "mucho pelo") - Suavemente ou Soavemente, vá se lá saber






P.S.- quando me lembrar de mais brilhantes vídeos de música, cá os porei

Quem me dera!

|

Férias

|
Ou nem por isso. Pelo menos ainda. Mas hão-de ser, pelo que me parece.
O meu estágio acabou na sexta-feira, mas, tal como eu já sabia, não fico na FEUP a trabalhar. É altura de me mexer - um pouco mais - e de procurar emprego.

Por enquanto, vou vendo se não tenho mais exames e vou acabar o relatório de estágio. Como estou num momento de descanso, vou deixar aqui um vídeo com uma parte do South Park Movie que me faz rir imenso. ;)


Tenham medo...muito medo

|
Algumas das fobias mais estranhas:

  1. Acarofobia. Medo de ácaros ou da sarna (uhuh, pessoas com estas fobias devem dormir no chão, mas, ups, o chão também tem ácaros; o ar tem ácaros. ahhhhhhhhhhhh, ácaros por todo o lado a perseguirem-nos)
  2. Acusticofobia. Medo de sons (o que nos leva a uma questão: o que se faz? tapa-se os ouvidos ou laqueia-se os canais auditivos?)
  3. Aerofobia. Medo do ar ou de correntes de ar (então, tem-se também medo de respirar ,nestes casos?)
  4. Algofobia. Medo de dores físicas ou morais (ufa, pensava que era o medo mórbido de tudo e mais alguma coisa, aí sim, era complicadito)
  5. Autofobia. Medo patológico de si mesmo e de solidão (ahhhhhhhhhhhhhhhhh, eu sou eu e tenho medo de mim O_o omfg)
  6. Catagelofobia. Medo do ridículo
  7. Catisofobia. Medo mórbido de sentar-se (esperem sentados. ai, nao convém, têm fobia a isso xD)
  8. Cibofobia. Aversão mórbida a qualquer alimento
  9. Clitrofobia. Receio mórbido de ficar fechado ou enclausurado
  10. Coitofobia. Medo patológico de coito
  11. Colerofobia. Medo anormal ao cólera-morbo
  12. Coprofobia. Medo mórbido de defecar ou das fezes
  13. Crematofobia. Aversão patológica a dinheiro
  14. Crisofobia. Horror ao ouro, às riquezas.
  15. Demonofobia. Medo mórbido aos demónios (eles não existem, portanto, não há que recear :P)
  16. Dextrofobia. Medo dos objetos colocados à direita da pessoa
  17. Dromofobia. Medo de andar, de perambular
  18. Ereutofobia. Medo de enrubescer na presença de outrem
  19. Ergasiofobia ou Ergofobia.Aversão patológica a trabalho
  20. Fagofobia. Medo patológico de alimentar-se
  21. Filofobia. Medo patológico de fazer amigos
  22. Fobofobia. Medo de sentir medo (tenham medo deste medo x) )
  23. Gamofobia. Medo patológico de casamento
  24. Ginofobia. Aversão às mulheres
  25. Grafofobia. Medo patológico de escrever
  26. Hafefobia. Medo de ser tocado. V. Afefobia, Afeofobia
  27. Hamartofobia. Medo mórbido do erro ou do pecado
  28. Hidrosisfobia. Terror do suor
  29. Hipnofobia. Horror ao sono
  30. Levofobia. Medo mórbido de tudo que se situa do lado esquerdo daquele que sofre de tal fobia
  31. Logofobia. Aversão a leituras e discursos. Medo de se exprimir por palavras
  32. Mitofobia. Aversão à mentira, ou aos mentirosos (quem não a tem :X)
  33. Nobilifobia. Antipatia a títulos nobiliárquicos
  34. Onomatofobia. Medo irracional de determinados nomes ou palavras
  35. Panfobia ou Panofobia ou Pantofobia . Medo de tudo
  36. Pecatofobia. Temor mórbido de pecar
  37. Penterafobia. Aversão ou medo da sogra
  38. Querofobia. Horror à alegria
  39. Tanatofobia. Medo injustificado de morte iminente
  40. Uiofobia. Aversão aos próprios filhos (Ui O_O)


P.S. - Cookiephobia: overcoming fear of cookies (cookies da net :P ou cookies bolachas)