Resultados de pesquisa

Sabores da Oliveira

|
A ida ao Manta 2011 foi o pretexto perfeito para um jantar na Cidade-berço: Guimarães.
No coração do centro histórico da cidade há um restaurante recente que promete agradar aos visitantes. Chama-se Sabores da Oliveira e, pelo atendimento prestado, já se me tornou numa referência gastronómica em Guimarães.

O local não podia estar mais relacionado com o nome do restaurante: Largo da Oliveira (para referência, a Pousada de Guimarães e o respectivo restaurante também são neste largo), bem junto aos antigos Paços do Concelho.
Sendo uma noite longa de Verão, optámos pela esplanada, mas o interior parecia igualmente interessante: edifício remodelado, com toques modernos de bom gosto, onde o granito e o ferro não deixam de ter o devido destaque.


Em primeira passagem, ainda durante a escolha do restaurante, o empregado à entrada foi simpático e disponível, sem moléstias. Foi fácil fazer a escolha.

A refeição começou com as entradas (podem ver a foto abaixo): azeitonas pretas, tomates cherry, manteiga, paté de atum com pimento e, por fim, pão e broa. Gostei imenso do paté: tinha uma consistência cremosa e não era enjoativo. Os pedacinhos de pimento eram pequenos, ao ponto de apenas darem uma leve diferença na textura, e a cebola também quase não se notava (para quem não gosta de cebola, como eu, foi o toque perfeito).


O vinho da noite foi uma criação minhota: Quinta da Aveleda, de 2009. É bastante leve e avizinhava-se como boa companhia para a nossa escolha para o jantar.
O prato principal foi bacalhau com broa em cama de grelos em azeite e alho, acompanhado com batatas a murro. Muito bem servido - e em bom tempo. o que também é importante - deixou-nos no ponto da satisfação.
A broa estava crocante, permitindo uma conjugação óptima com as lascas da posta de bacalhau que, por sinal, não se poupa a elogios. Não sendo particularmente fã de batatas, gostei imenso das batatas a murro - estavam bem cozinhadas e o tempero dos grelos caia-lhe que nem uma luva.


Antes de seguirmos caminho, ainda tivemos tempo de tomar café - como o jantar nos satisfez totalmente, passámos a parte das sobremesas.
Para o serviço, não foi caro - indo a Guimarães, já sei onde posso encontrar um bom jantar.

0 weedeias: